sábado, abril 25, 2009

Exausta.

Exausta de andar,andar,andar e não chegar a lugar algum. Cansada de finjir que sou feliz, mas dentro de mim, essa dor,essa agonia não tem fim. É como se o ar estivesse cabanado, e eu pouco a pouco me sufocando. Eu ainda estou esperando a chuva cair e derramar a vida real sobre mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos