quinta-feira, maio 07, 2009

Até quando isso vai durar ?

Bom, na maioria das vezes o torpor me atinge á noite, por volta das 19 horas,mas acho, eu não queria que essa angustia,esse vazio tomasse conta de mim novamente, então foi pro banho, pra ver se me distraia e não pensava nesse assunto. Mas, invés do torpor, uma dor atingiu meu coração, como se um punhal tivesse sido cravado em meu peito e tivesse rasgando meus órgãos vitais,um por um,uma dor angustiante,desejeria tudo pra estar morta do que sofrer de tal maneira. Eu fico aqui,imaginando, você e ela, juntos, outra estaca crava em meu peito. Acho que agora, ele não voltará mais atrás,ele seguiu sua vida, me deixando pra trás. Queria ser assim também, seguir em frente e deixar as lembranças no passado, sem revivê-las em minha mente. Mas eu não consigo me ver no futuro,sem você, como se tudo ficasse embaçado, como uma névoa que toma conta do espaço, te impossibilitando de ver o caminho a frente. Eu sinto tanta a sua ausêncialevado , como se você tivesse meu coração e tivesse amassado, pisotiado,mutilado e devolveste assim então pra mim.É tudo tão difícil sem você, sem você pra me dizer se estou certa ou não. Eu me sinto uma estranha,num mundo completamente desconhecido. Eu sei que isso parece masoquismo, mas mesmo eu sabendo que vou sofrer muito mais, eu ainda tento falar com ele, como se eu precisasse. Até quando eu vou viver nesse inferno, e até quando esse amor vai durar e continuar a me machucar?. Eu vejo que tu ta feliz com ela, acho que está mais feliz do que seria comigo, o que importa é eu te ver bem, mas mesmo assim, me dói tanto. Eu te vejo nos meus sonhos,nos meus pensamentos,em tudo, teu nome aparece sem tudo, quando abraço alguém é de você que eu lembro, quando dizem para mim " eu te amo" eu me lembro de ti,sinto aquele vazio chegando e ocupando meu ser, minha alma, mas tento não dar bola,não quero mostrar na verdade como eu realmente eu me sinto, aparento ser forte, mas por dentro, aquela vontade de chorar me domina, eu sinto as lágrimas cairem,encharcando minha blusa, mas eu não ligo,já não faz mais sentido lutar contra elas, se no final são sempre elas que "ganham" o joguinho idiota de ver se eu sou forte ou não. Eu espero que o tempo passe e leve esse sentimento,essas lembranças, mas custa a passar, os dias, principalmentes as noites são quase intermináveis. A parte mais feliz do meu dia é quando eu consigo dormir, ou melhor,dormir num sono profundo, porque são raras as vezes que quando eu consigo mesmo me desligar desse mundo, você aparece para atormentar meus sonhos. Vejo que a solidão gosta de mim, sempre ta comigo, me acompanhando em cada passo que eu dou, acho que, no final, ela é a melhor coisa que eu preciso. Posso ficar no escuro,posso chorar,posso sentir você em mim. Sinto um vazio, uma vontade imensa de chorar, gritar, mostrar para o mundo como eu naõ estou feliz aqui nessa maldita terra, mas acho que eu sou daquelas que sofrem em silêncio.Não quero que os outros sintam pena de mim, não quero ser a coitadinha da história, pois eu sei que eu sou a maior culpada de tudo. Sinto vontade de morrer, me diga, como eu vou viver, se não existe vida sem você?. Mesmo com todos em minha voltam sorrindo, eu me sinto uma estranha, uma desconhecida. Eu nem sei mesmo quem eu sou, acho que sou os restos que a dor deixou aqui, acho que sou uma fraca que não sabe enfrentar o mundo. Gosto dessa parte do dia, posso ficar sozinha, imersa em meus pensamentos,posso me sentir em paz,posso chorar,posso despejar toda essa angustia que me cerca o dia inteiro. Eu não sinto mais forças pra viver, mas mesmo sem forças eu preciso continuar,continuar que o mundo é belo e que eu sou feliz, que droga de vida!.Nem me vestir eu ja não tenho mais vontade. Não tenho vontade de ir pra escola, naõ tenho vontade pra nada.Estou completamente destruida, queria que o tempo voltasse, queria fazer tudo diferente,queria ter te amado mais,queria ter feito tudo diferente. Mas o tempo não volta então eu tenho que conviver com a dor e o sentimento de culpa que faz meus dias bem mais infelizes e sem vida,sem cor. Isso agora pode até parecer um sentimento idiota, aquelas paixonitezinhas da adolescência,ou também um amor doentio,possessivo, como quiser dizer, mas acho que se fosse só isso, em uma semana isso teria seu termino, mas porra, já faz mais de três semanas,bom, vou tentar ser responsável e fazer meu tema de português e tentar parar de chorar e de pensar em você. Lágrimas de sangue.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos