segunda-feira, maio 18, 2009

MALDITO MUNDO, MALDITA VIDA.

Semanas tentando não pensar em você,controlando essas malditas lágrimas que agoram se expulsam de meu ser sem dó.Tudo que eu consegui controlar em semanas, hoje desmoronou. E o buraco em meu peito abriu-se novamente, mais fundo,mais negro. O vazio tomou conta de mim.Sinto-me exausta,fraca, sem coragem,vontade e força pra seguir em frente.Como seu eu não conseguisse mais, já atingi meu limite maximo. Meu corpo inteiro dói,treme, como se eu tivesse a ponto de ter um ataque ou alguma coisa parecida. E ver você tão feliz com ela, sendo que não sou eu que estou lá contigo, me dá uma frustração maior que eu, aquele sentimento de culpa torna-se maior, é como se tivessem enfiando estacas em meu peito. Comer eu já não consigo mais, caminhar, até respirar custa muito pra mim. Mas o pior de tudo isso é o fingimento que eu tenho que fazer, finjir que estou bem,feliz.Como eu queria mostrar que eu não estou bem nesse mundo completamente maldito. Sorrisos falsos,alegrias e empolgações pra quê? pra mostrar pros outros que eu tenho uma vida bonitinha e que o mundo é cor de rosa? para. Desisto. Chega de finjir que esta tudo bem, porque completamente NÃO está.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos