sábado, maio 16, 2009

Presa.

Sim, depois de algum tempo, pensei que não chegaria ao ponto zero de novo. Permitindo a tua imagem na minha cabeça.Estou ainda presa nas lembranças,que voltaram a me atormentar. Não sei porque isso tenha voltado. Talvez por terem pronunciado o sobrenome dele hoje. Eu já estava me sentindo forte, forte ao ponto de viver sorrindo, mesmo que por dentro minha vontade era de querer cavar um buraco e me interrar nele.Aquela dor,dentro do coração, tipo uma facada voltou, as lágrimas também. Eu já estava bem,feliz,não bem completamente, mas bem para seguir minha vida normalmente. Talvez seje alguma coisa passageira, de um tempinho e deu. Eu devia estar feliz, estou de bem com família,tenho vários amigos verdadeiros, que posso contar sempre, vários garotos correndo atrás de mim. Mas não é a mesma coisa, eles não são ele. Mas,eu continuo te esperando. Sei que se você pedisse eu largaria tudo e ia correndo pra você, mesmo sendo muito idiota e egoísta da minha parte, porque ele me fez e ainda esta fazendo eu sofrer. Mas eu sei que no fundo, pensaria com o coração e não com o cérebro. Mas é sempre assim. Vou tentar apaixonar-me sabe, vamos ver o que vai dá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos