quinta-feira, julho 02, 2009

Suas armadilhas de amor.

Estou a um passo de ficar completamente louca.Não sei o que você quer de mim,francamente.Você me confunde e eu fico em suas mãos,como sempre. O que esperar? ter esperança? não sei.Eu quero respostas e o tempo me trás cada vez mais perguntas que não estão sendo fáceis de se conviver. Suas armadilhas de amor me prendem.Mas não me prendem mais como antes,não estou atada completamente,acho que com o tempo eu aprendi a conviver com isso, e isso não me fere mais como antigamente feria.Claro,deixa suas marcas,mas sinto que posso simplismente viver,não,viver,viver não,mas consigo fazer com que o tempo passe,tentando não contar os segundos,tentando não lembrar o vazio que abrange minha vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos