sábado, agosto 29, 2009

Não quero mais uma dor.

Estou atrelada a tudo que me faz mal.A tudo que não me deixa viver.E essa minha falta de coragem vem consumindo a parte que restou do meu coração.Falando em coração, sinto o meu quase parando.
As batidas estão lentas,irregulares.Acho que ele acabou-se congelando em um tempo que eu me esforço para esquecer.Mas quando vou tentar descongelar, essas lembranças se abrigam em minha mente.Eu tento lutar contra elas,mas logo paro.Não quero me machucar ainda mais.

Um comentário:

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos