sábado, setembro 05, 2009

Está quase impossível suportar esse peso nas costas.

Minha cabeça gira.Lembranças vem e vão.A dor me deixa paranóica.O tumor dentro de mim me deixa sorrir.O desespero se abriga em mim.Tenho vontade de berrar teu nome.A escuridão paira sobre mim.O vento gelado e a chuva que voltou a cair me proporcionam arrepios.Ouço vozes me chamando,mas as ignoro.Tento mentalizar sei rosto,mas a escuridão me puxa.Fico inconsciente e deixo o torpor abrigar meu corpo.Lágrimas não escorrem.Estou vazia e seca.Por inteiro.
Acordo gritando teu nome.As lágrimas caem com facilidade.O choro abafado por um travesseiro dura até a manhã.O despertador toca.Limpo todos os rastros de tristeza e ponho um sorriso falso em meu rosto.

5 comentários:

  1. "Limpo todos os rastros de tristeza e ponho um sorriso falso em meu rosto."

    ResponderExcluir
  2. Isso com o tempo, e torna sua rotina. Horrível dor que nos prende,... Post profundo e triste=(

    ResponderExcluir
  3. cada vez q eu leio os teus posts, eu sinto que a gente ta passando por fases parecidas.E parece que eu vejo que eu nao estou sozinha nessa, que eu não sou a unica a sentir isso.
    Amei o que tu escreveu.

    ResponderExcluir
  4. Mariie,

    Gosto dessa melancolia bonita, cheia de verdades e de desejos...

    Escreves com a alma, e com a alma te li.

    amei.

    Beijooo

    ResponderExcluir
  5. Vim pelo nome do seu blog...
    ... e me surpreendi!

    O "não me importo com nada"
    tem significado distinto
    do que havia imaginado.
    Pensei você
    uma pessoa despreocupada,
    leve, sem dramas...

    Mas não!
    Logo me deparei
    com uma menina-moça
    cheia de dúvidas e medos;
    que se tranca no quarto
    para apagar o mundo lá fora...
    Muito lindo e lírico
    - desde que saiba ou aprenda a lidar
    com isso na vida real...

    Um beijo e boa semana!
    Que haja menos sorrisos forçados
    em seu rosto! : )

    Ps: venha conhecer minha confeitaria!
    Será um prazer recebê-la!
    http://docedelira.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos