quarta-feira, novembro 18, 2009

Decisão repentina.

Hoje eu vi que ,mesmo eu querendo ser forte, eu não sou nada sem você.Você é que me mantém viva,respirando.Sabendo que você existe e ainda lembra de mim é o que eu necessito para levantar da cama todos os dias.Eu queria voltar correndo para você dizendo que eu te amo e não consigo viver a minha vida sem te ter.Você se tornou a parte mais certa da minha vida.A parte mais feliz.Mas, eu sei que agora não é a hora de te abraçar bem forte e fazer o que eu sempre quis.E a distância já nem tem importância,agora que eu sei que é você que eu sempre quis.Vou dar um tempo a minha mente. 2 semanas talvez, vai ser o tempo máximo, depois disso, quero ter o seu abraço o seu beijo, pra sempre, só pra mim.

12 comentários:

  1. Ual, adorei o texto,
    seus textos são um mais perfeito que o outro *-*
    me identifiquei com essa parte:"Eu queria voltar correndo para você dizendo que eu te amo e não consigo viver a minha vida sem te ter."

    bjus flor ;*

    ResponderExcluir
  2. ninguem vive sozinhu !
    a gente tem mania de kerer ser parte da vida de alguem neh :)

    bejoos

    ResponderExcluir
  3. Lindo esse pensamento. Adoro ler tudo que vx têm a dizer, mesmo que ás vezes seja coisas tão melancólicas, e mesmo assim, ainda me encontro, nas tuas palavras. LindoO. bjO

    ResponderExcluir
  4. To até sem palavras...
    Coisas ótimas assim nem palavras podem expressar...
    A-do-rei!!!!
    rsrsrsrs
    bju

    ResponderExcluir
  5. Ai o amor...
    um sentimento tão bonito,
    mas tão complicado.
    Quando agente ama, tudo muda...
    E em nosso rosto, o nome dele (a), se destaca.
    belas palavras...
    adoreii!

    BJinhuss

    ResponderExcluir
  6. Eu conheço essa música *-*'
    Adorei o texto flor (...) e hoje , só hoje nós percebemos que o nosso amor por eles era bem maior do que nós achávamos!
    eu quero o ex de volta s2'

    ResponderExcluir
  7. Nossa que profundo! Gostei muito,continue a escrever textos amorosos haha *--* ♥

    ResponderExcluir
  8. Lembrarás tu que as manhãs
    Acordam da tua luz fugidia
    És esperança de perdida estrela
    Quem recolhe a dor em Deus confia

    Assombração que o luar esqueceu
    Nas margens de um lago azul
    Hoje passou a voar por mim
    A última garça a caminho do sul

    Era alva como a espuma do mar
    Graciosa como mulher feliz
    Voava de encontro ao vento
    Com olhar brilhante de petiz


    Boa semana


    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  9. Algum ponto desse texto me lembrou uma música super fofa. E o post ficou super fofo também *-*
    Adorei!

    ResponderExcluir
  10. Respondendo ao seu comentário... Eu não estou passando por aquela situação - felizmente -, mas já passei... :)
    Lindinho aqui!

    ResponderExcluir
  11. ela e linda demais voce viu *-*
    depois ainda fala que nao escreve bem !
    supresona que ela me fesz *-*
    ain ain :*

    ResponderExcluir

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos