quarta-feira, dezembro 09, 2009

Uma máscara? será?

Sabe quando você acha que está andando,andando,andando e quando percebe você nem ao menos saiu do lugar.Quando você está exauta e olha para frente e vê que há um imenso caminho pra ti percorrer, e não tem mais forças, e acaba deixando teus sonhos morrerem.Quando você vê que estão ocorrendo mudanças em ti, e mesmo não querendo,essas tais mudanças são inevitáveis.Talvez eu me tornei assim, tão ríspida com as pessoas que eu nem conheço pelo fato de antigamente eu ter me magoada tanto, e qualquer pessoa já é motivo para "ligar" o alerta de perigo.Talvez eu já não sorria mais tanto por ter medo de que por trás desse sorriso venha um turbulhão de lágrimas.Talvez eu esteje tão confusa e não consigo escolher o meu caminho pelo medo de errar.Não quero mais um amor que me faça mal.Não quero mais ninguém que venha pisar e jogar meu coração novamente no chão.Talvez eu esteje com medo de mim mesma.Com medo de dizer o que realmente eu esteja sentindo.Só queria gritar e expulsar essas frases paranóicas de mim.Talvez eu esteje usando uma máscara.Escondendo por trás dela tudo que eu queria demostrar,mas não cosnigo.Talvez eu esteje vivendo uma farsa.Talvez eu confundi um lindo sonho com a realidade.

7 comentários:

  1. nossa, foi exatamente um texto assim que acabei de postar no meu blog :O

    É horrível sorrir quando na verdade queremos chorar né? :(


    beeijo!

    ResponderExcluir
  2. Ola, achei seu blog, gostei e estou seguindo! Quando puder, passa la!

    ResponderExcluir
  3. Sabe que ultimamente estou assim?
    Andando, andando e quando olho, não percorri nada...
    é, não é facil viver... mas mesmo assm é muito bom!!!!
    Bju
    amei seu texto!!
    lindo d++++++

    ResponderExcluir
  4. Belo texto! És bem confusa hein auhha

    ResponderExcluir
  5. Oláá amigaa..
    ahuahuuahuhauhaa
    Bom, Ja me assim... como sempre... rsrsrs


    Bjinhuss
    amei o texto!

    ResponderExcluir
  6. À volta desta fogueira
    Aquecem os corações, almas penadas
    À volta desta fogueira ninguém foje
    Todos contam lendas de pessoas encantadas

    Todos rezam, todos pedem
    Que desça o céu à terra
    Todos falam de um anjo
    Que travou uma santa guerra

    Manto de água, mundo verde
    Manhãs de sol posto no céu
    Às vezes a luz perde-se na noite
    À vezes um coração veste um negro véu


    Mágico beijo

    ResponderExcluir

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos