quarta-feira, março 24, 2010

E esquecer de tudo

Agora eu sei que estou sozinha, só existe eu e a dor caminhando, lado a lado, sem direção. Trilhando um caminho entre a escuridão da noite. Entre as trevas, sobre espinhos. Apenas eu e meu coração machucado. Passos curtos, respiração rápida e ofegante e um coração batendo lentamente, quase parando. Um coração cansado de pulsar. Um coração cansado de amar errado. Uma mente enfurecida. Cheia de ódio por ter sido abandonada, aonde o único que me acolheu foi a dor, profunda. O que flui em minhas veias é raiva. As raízes de ódio se destacaram. Eu estava sendo assombrada de novo, pelo meu passado poeirento. Eu estava vivendo novamente meu passado doloroso, frio e cruciante em minha mente. Suspirei. Não adianta tentar fugir, não adianta tentar mudar de caminho. O que passou não vai se apagar. Vai voltar. Me assustar. Me fazer chorar. Vai me dominar. Não, eu não vou deixar! Mas até que seria bom. Dormir por muito tempo, sonhar para sempre. E esquecer de tudo. Esquecer até que um você fez parte da minha vida.

Texto feito por Amanda Marchionatti e Mariani Lindorfer

9 comentários:

  1. Oiee Mariee!!
    Tem selinho pra ti no meu blog

    bjão!!!
    ;*

    ResponderExcluir
  2. Boa noite..
    Apesar de triste.. LindoO texto..

    Bjinhus

    ResponderExcluir
  3. ' Me identifiquei!
    Amei o texto! *-*
    Bjos ;*

    ResponderExcluir
  4. Bem triste, mas belo texto.
    Gostei e espero que fique bem ^^.

    BJinhuss

    ResponderExcluir
  5. Nosso texto *-* As aulas de fisica mais produtivas, né (H)

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Mesmo triste, seu texto é lindo.
    bjão =^.^=

    ResponderExcluir
  8. sempre estou apaixonadinha rs!
    pois é não tava recendo comentário de ninguém,tava ate achando que era porque eu mudei a moldura 0o rs

    ps:e esquecer de tudo e seguir em frente,as vezes e a melhor dica
    beijos

    ResponderExcluir

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos