quinta-feira, agosto 26, 2010

Amargo silêncio

Meu coração dói, ele grita por seu nome. 
E o vazio do meu quarto responde amargo silêncio.
As letras, formam palavras as quais eu desconheço.
Minha cabeça gira, no compasso dessa dolorosa canção.
Tudo se foi. E o que restou aqui, fora a dor.
As horas parecem não passar.
Os minutos estão a me torturar.
As vozes sussurram pensamentos suicidas.
A chuva molha meu corpo.
O sangue escorre por entre meus dedos.
Mas, francamente, eu não me importo mais.
Meu coração dói mais, que pequenas fendas.
E pedaços de memórias caem pelo chão.

Um comentário:

  1. Já vivi isso tudo que descreveu... Esse amargo silêncio, ao gritar por um nome e não poder estar e ter a pessoa porque quem gritamos... Lindas palavras... bjs

    ResponderExcluir

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos