segunda-feira, agosto 16, 2010

Chegou a hora

Numa noite qualquer, a lua brilhava, a rua era deserta, e o silêncio era assustador. Só podia ouvir o barulho dos meus passos.Meus olhos sem vida miravam o longo caminho a frente.Sentia que estava chegando a hora, suspirei e continuei caminhando.Havia passos atrás de mim.Virei-me para trás, e nada.Senti um leve-toque-gelado e uma voz sussurrada dizendo " chegou a hora", então eu tentei gritar.Senti uma punhalada em meus pescoço, e então, tudo escureceu.

Um comentário:

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos