domingo, agosto 15, 2010

Nunca desejei o mal de ninguém, mas se quiser morre, fique a vontade, vadia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos