sexta-feira, setembro 17, 2010

A vida é uma só.

O coração aperta, os olhos fraquejam, as pernas tremem e as lembranças surgem.Não.não dessa vez.
 Estava atrasada, de novo.Bufei.Sai correndo, e quando cheguei ao portão de casa, olhei pro céu, pela primeira vez. O azul era tão intenso, e as cores ao meu redor, tão fortes e tão vivas. Senti um turbilhão de sentimentos, e pensamentos, passando aleatoriamente, em minha mente. Olhei pra dentro de mim. Tão sem cor. Tão sem vida.E me envergonhei. Tantas crianças passando fome, morando em países que há guerra e morte todo dia.Tanto sofrimento. Tantas tragédias.Tantas famílias separadas. E eu, me deixando abalar por um mero probleminha.
Olhei para o céu, mais uma vez. E inexplicavelmente, encontrei forças.Há coisas que machucam muito, há pessoas que gostam de nos ver sofrer, e as vezes, nem a gente gosta da gente mesmo.Mas, se nem a gente gostar da gente mesmo, quem é que vai gostar ? pensei.
Minhas atitudes estão sendo erradas, erradas sim, eu sei. Me esconder dentro da minha bolha, e ignorar o mundo lá fora, não irá resolver nada. Quando a bolha furar, os problemas estarão ali, me esperando.O importante não é viver, o importante é viver bem, diz a música que eu estou ouvindo agora.Não adianta ser grossa com as pessoas, elas não tem culpa de nada.Se muita coisa aconteceu, e tomou outro caminho, era porque tinha que ser. Não há como prender nada a você. Deixe livre. Se isso voltar, é porque é teu. Se nunca mais voltar, nunca foi teu.
O importante não é saber fazer a chuva parar, e sim saber dançar a dança da chuva.Vou olhar mais vezes o céu, e dar mais valor as coisas simples. A vida é uma só.

6 comentários:

  1. putz amor , nossa , tbm penso nessas pesooas que passam fome todos os dias , elas querendo algo pra comer e eu aqui , jogando minha comida fora :/

    oolha , asho que nem tem muitas coisas que a gente possa fazer , se eu pudesse ajudar a acabar com a fome , as doenças etc , eu ajudaria , mas não tem muito que eu posso fazer , infelizmente .

    quem pode fazer , são esses porcos , donos dessas merda de multinacionais , bando de porco , que só lembra da africa na hora de escraviza-los e na hora de copa do mundo, bando de fdp , sei que nos tbm podemos fazer algo , mas man , com toda essa merda de dinheiro que serve pra alimenta um monte de gordo , porque não ajudar a combater a fome , doenças e talz , tanta gente sofrendo e eles com uma merda de palhaço do mc' donalds .
    sei que o que eu faço não é certo , mas não posso fazer mta coisa quanto a esse assunto , eu tenho nojo dessas pessoas que podem e não fazem , realmente mto nojo .

    mas enfim .. força pra vose , e descupa pelo big big post , amo seu jeito de escrever *-*

    ResponderExcluir
  2. As vezes me sinto hipócrita só de me ver super mal por uma coisa, enquanto tem gente por aí que vive em condições muito piores que a minha, que sofrem muito mais do que eu, e estão com um sorriso no rosto só de saber que está vivo.
    E é assim, detalhes tão pequenos no nosso dia-a-dia podem nos faze mudar de opinião e ver conceitos que jamais tinhamos pensado em seguir, mas a vida é assim (...) beijos, beeijos Marie ;*

    ResponderExcluir
  3. Tem toda razão. E na maioria das vezes nós reclamamos de bobagens. =/ Ficou muito legal seu texto, parabens pelo toque que você ta dando nas pessoas.
    Beijoos
    Mandy

    ResponderExcluir
  4. Nossa, querida, estás a escrever cada vez melhor, hein!?estou orgulhosa e tudo o que disse me descreveu por completo.
    bjOus

    ResponderExcluir
  5. O importante não é viver, o importante é viver bem.

    Não se envergonhe de ter problemas. Por menor que sejam, devem ser solucionandos.

    ResponderExcluir
  6. Também me sinto assim, mas sei que nossos problemas, com imagem e tudo mais, não são fáceis. As vezes reclamamos que estamos gordas, e vem alguém e diz " nossa, você é tão magrinha". Eles não entendem o que a gente sente.

    E não se sinta culpada, os problemas tem o tamanho que a gente sente, e não que eles parecem ter, se pra você é um grande problema, então é. Para algumas pessoas, viver na rua não é um problema, então, é um pequeno problema.

    Fique calma, mas sei exatamente como você se sente :(

    Beijos linda, espero que tudo de certo pra você. Me visita eim! Beijos :*

    ResponderExcluir

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos