sexta-feira, março 04, 2011

Desespero

Não sei mais o que fazer. A dor está machucando cada dia mais. Não aguento mais ter que colocar todas as manhas um sorriso falso e enganar todos ao meu redor. Não aguento mais me sentir sozinha e desprotegida. Não aguento mais a cada dia descobrir mais mentiras, mais coisas ruins sobre você Saber que talvez todos aqueles meses, pra você na o significaram nada. Que você esta melhor sem mim. E talvez até esteja com outra.

Não sei o que fazer com as horas que parecem que ficaram mais compridas. E não saber o que fazer com o vazio que ficou aqui, em seu lugar. Em passar pelos lugares que a gente passava, e lembrar de tudo. Lembrar das sextas que a gente estava junto. Que a gente chegava junto, com as mãos entrelaçadas. Lembrar de todas as juras de amor, e da maneira que você me olhava. Da maneira que você me irritava e depois roubava um beijo meu.

Não sei o que fazer com essa vontade louca de falar com você, de te abraçar bem forte e nunca mais te largar.

Se eu soubesse que aquela sexta era a última sexta feira, teria falado o quando eu te amava, e o quanto você tinha mudado minha vida.. o quanto tudo fazia sentido quando você estava por perto. Se eu soubesse que era a última vez que eu iria te abraçar, eu teria te abraçado forte, e teria te pedido para não me machucar de novo. Se eu soubesse que aquele era o último beijo, eu teria aproveitado bem mais. E o teria eternizado dentro de mim.

Estou tão perdida. Tao sozinha.Eu não tenho vontade de levantar dessa cama. Eu não tenho vontade de ver ninguém, não tenho vontade de falar com ninguém, nem de comer alguma coisa. Eu perdi o meu sorriso, e você levou junto meu brilho e meu coração. E deixou aqui, dor, saudade e desespero. Desespero. Não saber mais o que fazer. E querer achar, de qualquer jeito uma forma de acabar com essa dor. Uma lamina me parece tão atraente agora..

Sua voz não sai da minha cabeça, falando '' confia em mim, dessa vez eu não vou te machucar, nunca mais vou te machucar '', e as vozes ficam zombando em ter acreditado mais uma vez em você.

Todo mundo pode me contar tudo que você está fazendo, mas isso não muda nada, o que esta dentro de mim, continua ali.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos