domingo, março 27, 2011

Sem resposta

Eu guardo muitas perguntas a serem respondidas, e a única pessoa que pode respondê-las, não sabe as respostas. Guardo muitas cartas que escrevo todos dias, e nunca as mandei. Guardo a dor só pra mim, mostrando-me forte e com um sorriso em meu rosto, mesmo quando as lágrimas queimam para sair.
Tenho muita coisa guardada, muita saudade, muitas mágoas, muito medo, muita raiva entaladas dentro de mim.E quando as posso falar, eu permaneço calada. É uma forma de me protejer.

2 comentários:

  1. Acho que todas nósa ja fizemos isso um dia. Ou sempre.

    ResponderExcluir
  2. Sofrendo, amando e...começando de novo...
    Beijo, em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderExcluir

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos