sábado, abril 30, 2011

Dia estranho

Há um clima de estrago no ar, carregado de incertezas e medos. Um silêncio que é vazio, mas ao mesmo tempo tão cheio de recordações. Uma sensação de que é hora de tomar grandes e importantes decisiões. Uma sensação repleta de sentimentos misturados que se formam um só, uma imensa bagunça cheia de perguntas, respostas, críticas,dúvidas,amor,ódio,mágoa, medos, que juntos, se transformam em mais bagunça, a qual estou tentando entender.Estou longe de encontrar o final, talvez o pior já passou, ou ainda está por vir. Difícil saber. O passado sempre vem bagunçar o presente, e há palavras, promessas, que devem permancer lá,para o bem de todos. Muita coisa mudou, e isso anda me perturbando muito, dias atrás resolvi olhar minhas fotos de três, dois anos atrás, e não da para acreditar que tanta coisa tenha mudado assim, e quando eu vi, várias coisas e pessoas não permaneciam mais em meu mundo.Estava lendo um texto, de três anos atrás, falando que eu poderia me decpecionar com todos, e todos me darem as costas, mas uma única pessoa estaria sempre comigo: minha melhor amiga. E quem diria que bem quem eu não esperava iria me trair, nas minhas costas. Não tenho raiva. Tenho mágoa, são feridas que machucam toda vez que eu penso. Espero que um dia quando eu olhe essas fotos, eu lembre das coisas boas, sem lembrar dessas cicatrizes.Não foi só isso, há muita coisa para se falar de amizade dentro desses anos, mas são coisas banais, algumas pessoas te decepcionam e outras irão te surpreender, isso é normal. Mas em relação á tudo, a mim mesma talvez.Sempre fora a menina tímida, que não acreditava em si mesma. Eu estava perdida, quando eu estava sem forças, machucada e cansada, apareceu alguém, hoje o considero como um anjo, e me salvou de toda a escuridão. Me mostrou que eu importo e que eu devo acreditar em mim, e se eu quero alguma coisa, devo fazer acontecer.E aos poucos a timidez foi indo embora, as músicas tristes, o vazio, o medo de ser notada, e passei a gostar disso, de ser notada, de dançar, de viver, de aproveitar, de ser feliz. Não digo que aquela garota está morta, porque sim, ela ainda vive em mim, mas eu sou mais forte que isso. Mas as vezes cansa de se mostrar forte e com um lindo sorriso estampando, quando se quer chorar e necessita de um abraço apertado e a certeza de que tudo irá ficar bem. De um tempo pra cá, eu não quero precisar dos outros, mas as vezes eu me sinto tão sozinha e vulnerável..Eu sempre fui assim, vulnerável, sensível, acabo esperando sempre coisas demais dos outros, e acabo sempre me decepcionando.E continuo sendo, apenas hoje, tenho uma barreira de gelo, que eu criei para me protejer da acidez das palavras..., utimamente ando fechada. Não demonstro o que eu sinto, ou deixo de sentir. Perder sua melhor amiga e o amor da sua vida juntos não é uma coisa fácil, e acho que ainda tenho medo, de que isso possa acontecer novamente. Mas hoje, tenho  amigos que sei que não fariam isso. Posso estar errada,mas defendo eles, porque confio neles. Muita coisa continua mudando.. as mudanças me causavam pavor, mas hoje, vejo que é uma questão de aprendizado, é questão de tirar adagas do seu coração e continuar em frente.Com a dor, veio as mudanças, e as mudanças me trouxeram um pouco mais de maturidade que eu precisava. Não sou mais aquela velha garotinha que acreditava em tudo.E isso foi bom para mim. Me sinto mais capaz de enfrentar o mundo, sem medo de cair. Não vou cair por qualquer coisa, como sempre caia, querendo ou não me tornei mais forte do que antes.E mesmo eu não querendo, logo logo essa barreira que eu fiz irá cair, porque? porque de fato sou assim.

2 comentários:

  1. Querida, todos são feios e bonitos, sinceros e mentirosos, quando digo todos são todos mesmo, eu tu, meus amigos e os seus, os seres humanos. Temos que esperar tudo de todos sem deixarde amá-los e ainda sobre tudo tentar verificar qual é a razão do momento para que as pessoas façam certas coisas, colocamos sempre nosso sentimentos a frente, mas esquecemos de como as pessoas se sentem e o que as levam realizar certas atitudes. Sei que tudo é muito dificil nesta situação, perder namorado e melhor amiga, nem sei porque estou te dando este conselho, pois se fosse bom, vendia-se.
    De qualquer forma li seu post e acredito que você é muito mais do que pensa ser.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Seu texto me fez refletir. Pensar sobre o passado e o tanto de coisa que deixamos nele, esquecidas, enterradas.. coisas que perdemos sem nem mesmo perceber que elas são perdidas.
    O importante é que você está mais forte agora, mais confiante, mais você. Continue assim.

    ResponderExcluir

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos