sábado, junho 04, 2011

Salve a donzela da dor

Parece que foi ontem que eu me vi dizendo ''acabou tudo'' e já se passou quase quatro mêses.Parece que se passou dias que eu me via a chorar e acordar no meio da noite gritando seu nome, e na verdade passou mêses e eu fiquei parada no tempo, vivendo em minha cabeça aquele amontoado de cicatrizes que me trazem dor e desespero toda vez que as lembrava.
O tempo passa rápido, mesmo quando uma hora custa a passar.Quando se ama o tempo voa, e ao mesmo tempo parece congelar.Mas quando se está sozinha um minuto se torna interminável.
Noites frias vem surgindo, o inverno está aqui, presente, e o calor ficou lá trás, junto com os momentos felizes.Estou me sentindo vazia, vazia e fria.Eu olho para os lados, e meu coração parece nem ligar.Procuro entre milhares de rostos, um rosto que faça meus olhos brilharem e meu coração quase morto até então, acelerar.Procuro um amor, diferente de todos que eu amei.Procuro um amor que consiga finalmente aquietar meu coração, que busca por alguma coisa desconhecida, que apenas faça essa dor sumir.
Noites frias e várias páginas rabiscadas falando de mim,várias palavras que juntas formam um pedido: que o príncipe encantado venha e salve a donzela da dor.

Um comentário:

  1. Oi? Gostaria q postasse mais,quero acompanhar teus dias. To seguindo,bjs!

    ResponderExcluir

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos