domingo, setembro 11, 2011

Olhos verdes

De repente, toda aquela multidão que me cercava tornou-se embaraçada, perdendo a nitidez. Parecia que o tempo havia parado. Eu me vi perdida e o seu olhar penetrante me chamou atenção. Aqueles olhos verdes intensos, quem seria? Parecia que eu já os conhecia. Senti como se o resto do mundo fosse preto e branco. Então seus olhos sumiram, a multidão voltou e o tempo voltou a correr.

2 comentários:

  1. pude ver o ato.
    Lindo meu bem, parabéns.

    ResponderExcluir
  2. O mais surpreendente, é que cada olhar transporta um mistério, eu diria que é também, uma porta para a alma, e que por meio destes olhos, é possível ver o coração.

    ResponderExcluir

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida.

Obrigado por postar sua opinião.
Retribuirei a visita.

beijiinhos